26 de mai de 2012

SAUL FALOU COM SAMUEL APÓS SUA MORTE?



SAUL E A MÉDIUM - 1Samuel 28.3-21 (Leia o texto em sua Bíblia)

RESUMO DO TEXTO
Samuel estava morto e enterrado. Saul havia expulsado todos os médiuns (necromantes) e adivinhos de Israel.
Saul estava apavorado diante de uma guerra eminente, consulta a Deus, mas este não respondeu nem por sonhos, nem por Urim, nem através dos profetas. Saul vai consultar uma médium e insiste que ela faça Samuel “subir”. Ela afirma que esta vendo “um espírito subindo da terra”: Um velho, enrolado numa capa. Saul não o vê, mas se ajoelha com o rosto no chão em sinal de respeito. Então o suposto Samuel diz: Por que você foi me incomodar? Por que me fez voltar? Saul diz que Deus o abandonou e não responde mais. O espírito diz: O Senhor fez com você o que prometeu, deu seu reino a outra pessoa, pois você desobedeceu às ordens do Senhor. Amanhã você e seus filhos vão estar junto comigo. E o Senhor também vai entregar o exército de Israel aos filisteus. 
Saul cai no chão, apavorado.

INTERPRETAÇÃO
O texto inicia repetindo o que já havia sido relatado em 1Samuel 25.1, que “Samuel estava morto e enterrado”, mas Saul pede que a médium o “faça subir”. Na sequência, apenas a médium tem a visão, nem Saul nem seus soldados viram, pois Saul pede que ela descreva o que ela vê. A médium responde: Um espírito [Em hebraico, ela responde, “vejo deuses”].
Deus havia se recusado a responder Saul pelos meios habituais,
portanto não iria responder através da necromancia, pois Ele mesmo condena (Levítico 19.31; 20.6,27; Deuteronômio 18.11).
Samuel profetizava por inspiração divina, Deus não inspiraria um morto sendo Ele Deus dos vivos (Êxodo 3.15; Mateus 22.32).
Além do que as “profecias” do espírito não se concretizaram: Saul não foi morto pelos filisteus (1Samuel 28.19), ele se suicidou (1Samuel 31.4) e foi entregue a Jabes-Gileade (1Samuel 31.11, 13), e também não morreram todos os seus filhos (1Samuel 28.19; 2Samuel 2.8-10; 21.8; 31.26; 1Crônicas 10.2-6); Saul não morreu no dia seguinte, mas 18 dias após (1Samuel 28.19; 30.1, 10, 13, 17; 2Samuel 1.13.), e Saul não foi para o mesmo lugar que o pseudo Samuel (1Samuel 28.19).
Em 1Crônicas 10.13 lemos que a maneira como Saul morreu foi consequência de sua infidelidade a Deus, pois ele desobedeceu aos mandamentos e consultou os espíritos dos mortos.
CONCLUSÃO
Quem falou com Saul foi um espírito enganador e mentiroso, ou seja, um demônio. A palavra “médium” pode ser traduzida em outras versões por “espírito adivinhador” ou “espírito familiar”.
***Na antiga versão LXX (Septuaginta), a palavra "engastrimuthos" significa ventríloquo, isto é , uma pessoa usada por um espírito.
DEUS NÃO APROVA A NECROMANCIA (MEDIUNIDADE).“Não vos voltareis para os necromantes, nem para os adivinhos; não os procureis para serdes contaminados por eles. Eu sou o Senhor, vosso Deus.” (Levítico 19.31)

Por Márcia Heuko